Muuchii e a boca de baixo

Muuchii no mercado

Muuchii no mercado

Dia 27 de janeiro deste ano (2015), que corresponde ao dia 8 de dezembro do calendário lunar, é o Dia do Muuchii, dia que os okinawanos comem muuchii, um mochi (doce feito de arroz) enrolado em folha de sannin (gettō) para trazer sorte e saúde. A origem deste costume está na lenda do Uni Muuchii, uma das minhas histórias preferidas. Nela, uma jovem resolve enfrentar seu irmão-demônio de uma maneira muito interessante.

Muuchii

Muuchii

Antigamente, dois irmãos (uma jovem e seu irmão mais velho) viviam em Kanagusuku (ou Kinjo, como é chamado atualmente), na região de Shuri, Naha. Certo dia, o irmão se tornou um demônio e foi viver numa caverna em Ozato (atual Nanjo-shi). Ele passou a comer animais e pessoas também.

A irmã, preocupada, pensou: “Mesmo que seja meu irmão, uma criatura que come outras pessoas deve ser exterminada”. Assim, a jovem teve uma ideia. Ela cozinhou a comida preferida do irmão, mochi, fazendo dois tipos: um normal e outro com ferro dentro. Então, convidou o irmão para comer mochi admirando a paisagem num precipício.

A jovem deu o mochi com ferro para o irmão-demônio, que não conseguiu comer. Enquanto isso, a irmã comia o seu normalmente. Ele perguntou, assustado: “Você consegue comer o mochi?” Ela respondeu: “Claro, come logo, ta muito gostoso!” Então, o irmão, já impressionado com a irmã, notou que ela estava com o kimono levantado, mostrando suas pernas abertas. Havia uma espécie de boca, de onde escorria sangue. O demônio, intrigado, perguntou-lhe: “O que é essa boca de baixo?”. A irmã, sabiamente, respondeu: “A boca de cima come mochi; a boca de baixo come demônios. Acabei de comer um demônio, mas não foi suficiente…”. Ela se levantou e andou em direção ao irmão. Assustado, ele deu um passo para trás, caindo do precipício e morrendo.

Diz-se que, desde então, é costume dar muuchii para as crianças e também pendurar na parede para que elas cresçam com saúde e sejam mais fortes que o demônio.

Existem várias versões da lenda. Algumas, por exemplo, dizem que a irmã foi presa pelo irmão e conseguiu escapar, voltando depois e convidando o irmão para comer mochi. Outras, para crianças, omitem a parte da “boca de baixo”, e dizem que a jovem empurrou o irmão do precipício.

Perto do Kinjo Ishidatami (Shuri, Naha), onde há o famoso Akagi de 300 anos, estão localizados dois utaki (locais sagrados) que formam o Uchikanagusuku Utaki. Dizem que o maior é o túmulo do demônio, enquanto no menor, chamado de Hoohai Utaki, está consagrado o chifre do demônio. Antigamente, acreditava-se que o órgão genital feminino tinha poderes mágicos contra maus espíritos. Provavelmente por isso que, na língua de Okinawa, “hoo” significa o “órgão genital feminino”, e “hoohai” significa “fórmula mágica que afasta maus espíritos”.

O utaki menor, onde está o chifre do demônio

O utaki menor, onde está o chifre do demônio

 Fontes:

  • 「沖縄の伝説散歩」 長嶺操・徳元英隆 沖縄文化社
  • 「おきなわのHな昔話」 松田米雄 ゆい出版
Anúncios

3 comentários sobre “Muuchii e a boca de baixo

  1. Pingback: Gettō – a folha que dá cheiro e sabor ao mochi | okinawando

  2. Satomi-san, meus parabéns pelos ótimos blogs que vem publicando sobre, principalmente, de nosso querido Okinawa e cultura okinawana.
    Uma coisa que fiquei na dúvida é o nome do local em uchináguchi KanEgusuku não seria KanAgusuku?
    Normalmente Kanegusuku é 兼城 (atualmente, Kaneshiro) e Kanagusuku, 金城. E neste caso lê-se Kanashiro ou, mais recentemente e principalmente pelos japoneses, de Kinjo.
    Abçs.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s