Obon e eisá: quando os vivos dançam para os mortos

Ontem, dia 28, foi o Ūkui – o último dia do Obon. (Já escrevi sobre o Obon em julho – leia aqui). Em Okinawa, o ponto alto do Obon para muitas pessoas é o eisá – dança com tambores, executada energicamente pelos jovens (que aqui no Brasil chamamos de “taikô”).

Anúncios