Hamauri – o ritual de proteção das meninas

Você sabia que em Okinawa existe uma data voltada para a purificação e proteção das meninas?

No Japão (na ilha principal), o Dia das Meninas é comemorado no dia 3 de março, quando as famílias montam em casa uma espécie de altar com bonecas, simbolizando a família imperial. Pede-se proteção e felicidade para as meninas.

Por outro lado, em Okinawa, o “dia das meninas” é um dia para sair de casa. O hamauri (ou hamaui – 浜下り) também acontece no dia 3 de março, mas do calendário lunar (antigo). Em 2017, esse dia corresponde ao 30 de março.

Nessa data, as meninas e suas famílias vão à praia. Essa é a época de transição entre o inverno e a primavera, quando o clima começa a ficar mais ameno e agradável, sendo também um dia de diversão com a família. Assim, é comum pegar conchinhas e algas e fazer um piquenique.

浜下り

Hamauri 2017 – Nago. (Foto: Ryukyu Shimpo)

O mais curioso é a lenda por trás desse costume. Existem algumas variações, mas vamos reproduzir aqui a versão de um video criado pelo noticiário Okinawa Hot Eye, do canal NHK de Okinawa. O vídeo é falado em uchinaaguchi e legendado em japonês. O conteúdo em português está escrito abaixo.

Há muito tempo atrás, havia uma habilidosa tecelã chamada Chiruu.

Num belo dia de primavera, Chiruu estava tecendo, quando começou a dormitar. 

Apareceu em seu sonho um belo rapaz de kimono preto e vermelho.

Quando Chiruu começou a se aproximar do rapaz… Sua avó apareceu: “Chiruu! Se você cochilar enquanto está tecendo, vai ser enfeitiçada por um majimun (espírito maligno)”.

“Sim, desculpe-me, vó. Como está um dia agradável, acabei cochilando sem querer.”

Enquanto isso, de cima de uma árvore, uma serpente observava a cena.

Na mesma noite, enquanto Chiruu dormia, o rapaz que havia aparecido durante o dia sentou-se ao seu lado: “Quer casar comigo?”

“Sim”, disse Chiruu.

O dia amanheceu. Quando o rapaz estava indo embora, Chiruu espetou uma agulha com linha na gola de seu kimono.

“Seguindo essa linha, saberei onde ele mora”, pensou Chiruu.

Chiruu foi atrás do rapaz.

Até que então, ele foi entrando numa caverna perto do mar.

Lá dentro, havia uma grande serpente, que falou: “Você lançou o feitiço naquela moça?”

Uma outra serpente, vermelha e negra, disse: “Sim, aquela moça vai dar à luz aos filhotes de Amakataa”!

“Porém, se aquela moça entrar no mar… nossos filhotes serão levados pela água”, disse a grande serpente.

Chiruu se desesperou: “Akisamiyoo! Então aquele rapaz era o espírito maligno de Akamataa! Quer dizer que eu tenho em meu ventre o filho de Akamataa? Se eu não for logo para o mar e tirar o filho eu serei mãe de um espírito…”

“Quem está aí?!”

As serpentes correram atrás de Chiruu, que correu em direção ao mar o mais rápido que pôde .

Então ela pulou na água: “Deus do mar, por favor, purifique-me do feitiço do majimun!”

E finalmente, os filhotes foram expulsos de seu ventre.

A grande serpente e Akamataa, que seguiram Chiruu, foram atingidos por um raio e desapareceram.

Esta é a origem do dia 3 de março do calendário lunar. Desde então, em Okinawa, todo ano nesta data as mulheres passaram a fazer o “hamauri”.

Há outras versões, como por exemplo, uma em que o rapaz visita Chiruu todas as noites em sonho, e ela, por sugestão da avó, espeta uma agulha em sua cabeça e encontra a serpente sangrando na caverna.

Este é mais uma das datas comemorativas da região de Okinawa e Amami. Antigamente, era um ritual voltado para a purificação e proteção das meninas, que costumavam entrar no mar ou molhar braços e pernas. Hoje, porém, se tornou mais comum colher conchas e fazer um piquenique com a família inteira.

Okinawa, apesar das transformações, ainda hoje possui muitas crenças que têm origem em tempos antigos. Por serem formada por várias ilhas, Okinawa sempre teve uma relação muito próxima com o mar e outros elementos da natureza, que podem tanto representar ameaças (como a serpente), quanto proteção e purificação.

Foto:

http://ryukyushimpo.jp/photo/entry-470268.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s