A queda de um avião na Escola Miyamori

O dia 30 de junho de 1959 era para ser um dia comum na Escola de Ensino Fundamental (shōgakkō) de Miyamori,  na cidade de Ishikawa, que atualmente faz parte da cidade de Uruma-shi. Já haviam se passado anos desde o fim da Batalha de Okinawa e os uchinanchus estavam vivendo sob ocupação estadunidense. As bases militares estavam em pleno funcionamento, a Guerra do Vietnã já havia começado.

Por volta das 10:40 da manhã, os alunos estavam no intervalo tomando leite – a segunda aula havia acabado de terminar. Praticamente todos os alunos e professores estavam dentro do prédio, eram cerca de 1000 pessoas.

Então, um caça F100 que havia acabado de decolar da Base Aérea de Kadena sofreu um problema no motor. O piloto conseguiu se ejetar da aeronave e se salvou, mas a máquina caiu numa área civil, atingindo a Escola de Miyamori, especialmente as três salas dos alunos do 2º ano, que pegaram fogo.

Conta-se que alunos cobertos de fogo saíram correndo da sala em direção ao bebedouro, até caírem no chão sem vida. Uma hora depois o incêndio foi controlado e descobriu-se a dimensão da tragédia: 17 mortos (11 alunos) e 210 feridos (156 alunos). Foram destruídos 3 prédios da escola, 17 casas e o centro comunitário (kōminkan) e foram danificados 2 prédios da escola e 8 casas.

 

Miyamori accident2_okinawa

Trajeto da queda da aeronave, atingindo casas e depois a escola   http://www.ggvp.net/himawari/miyamori.html

Miyamori accident1_okinawa

Trajeto da queda da aeronave, atingindo casas e depois a escola   http://www.ggvp.net/himawari/miyamori.html

Logo após a queda do avião em Miyamori, cresceu o sentimento de revolta contra a ocupação,  pois além do perigo iminente dos acidentes, havia o descontentamento em relação à apropriação de terras para a construção de bases militares.

A escola existe até hoje e todos os anos no dia 30 de junho os alunos e a população relembram a tragédia e prestam homenagens. No terreno da escola foi construído o monumento “Nakayoshi jizō” e no prédio da prefeitura que fica em Ishikawa há uma exposição de fotos. Além disso, foi criado o grupo Miyamori 630, que tem como membros sobreviventes e parentes de vítimas. O grupo é uma organização sem fins lucrativos que trabalha para, através da divulgação da história de Miyamori, realizar atividades que tratam da importância da vida e da paz.

Em 2013 foi lançado o filme “Himawari” (“沖縄は忘れない、あの日の空を~”), que conta a história de um homem que sobreviveu ao acidente de Miyamori e, décadas depois, tem que lidar com seus traumas quando um helicóptero cai na Okinawa International University.

A questão do trauma e da dificuldade em lidar com o que aconteceu também esteve presente na vida de um sobrevivente real, Tsukasa Nakama. Em 2018, ele falou pela primeira vez sobre o tema, em um evento organizado pelo Miyamori 630. “Acho que eu quis esquecer do acidente”. Ele só teve o braço queimado, mas 6 colegas de sua sala morreram. “Era como um inferno. A sala estava iluminada em vermelho pelas chamas, e eu corri para casa desesperado”. Ele se formou em pediatria cirúrgica na ilha principal do Japão e retornou para Okinawa aos 49 anos. Hoje vive em Naha.

Hoje, Nakama quer seguir contando sua terrível experiência. Como foi mostrado no filme, acidentes envolvendo aeronaves militares continuam acontecendo. A base aérea de Kadena, de onde saiu o caça que caiu em Miyamori, ainda existe, ocupando 83% da cidade de Kadena. Okinawa mudou muito desde 1959, foi devolvida ao Japão, mas suas ilhas ainda concentram as bases militares dos EUA. Como disse Nakama, “as circunstâncias não mudaram. O pior acidente ainda pode estar prestes a acontecer”.

Miyamori1_okinawa

Militares apagando o fogo. O telhado de ferro galvanizado foi queimado.

Miyamori3_okinawa

Sala de aula atingida pelos destroços

Miyamori victim_okinawa1

          Criança com queimaduras nos braços        http://www.asahi.com/ajw/articles/AJ201807190005.html

Miyamori victim_okinawa2

                        Criança ferida na cabeça                              http://www.asahi.com/ajw/articles/AJ201807190005.html

Fonte:
池間一武『復帰後世代に伝えたい「アメリカ世」に沖縄が経験したこと』(琉球プロジェクト、2016)
http://www.asahi.com/ajw/articles/AJ201807190005.html
http://www.ggvp.net/himawari/miyamori.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s